sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Agentes penitenciários são vítimas da Síndrome de Bournout


 Há  muita preocupação no ramo da psiquiatria e psicologia no Brasil a respeito das doenças acometidas aos agentes penitenciários em decorrência de sua atividade profissional altamente estressante. Sabe-se que as condições de trabalho em que são submetidos estes servidores públicos são estressantes e degradantes.  Esta constatação agrava-se em demasia quando se trata de trabalhar nos precários presídios brasileiros. Agentes penitenciários laboram num ambiente altamente hostil, sob tensão emocional, em condições de trabalho desgastantes e periculoso, dentro e fora do cárcere. 
A administração penitenciária não volta atenção à saude deste trabalhador. Não é difícil detectar um agente penitenciário com sérios problemas psíquicos. Seja com problema de alcoolismo, síndrome do pânico, irritabilidade, aversão ao trabalho, isolamento, mudança brusca de humor, insônia, transtornos gastrointestinais, quadro de depressão, etc.
Psiquiátras e Psicológos têm diagnósticos em todo o Brasil casos da doênça denominada de esgotamento profissional ou Síndrome de Bournout. A Síndrome de Burnout trata-se de um distúrbio psíquico provocado pelo estado crônico de estresse e tensão emocional, ocasionados por condições de trabalho física, psicológica ou emocionalmente desgastantes.
O trabalhador que estiver com algum tipo de sintoma dos apresentados deve procurar ajuda médica para um possível tratamento psicológico ou psiquiátrico.
Se o diagnóstico dê positivo para esta patologia e que ocorreu em decorrência do trabalho, o trabalhador deverá ingressar com uma ação judicial indenizatória para reparação dos danos físicos, psiclógicos e emocionais causados.

Por Daniel Maremoda


quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

AGENTE PENITENCIÁRIO BAHIA: APOSENTADORIA ESPECIAL - MANDADO DE INJUNÇÃO

INFORME JURÍDICO

EM 09.04.2014 FOI APROVADO PELO STF A SÚMULA VINCULANTE Nº 33. PARA QUEM AINDA NÃO TEM CONHECIMENTO, A SÚMULA VINCULANTE Nº 33 RECONHECEU AOS SERVIDORES PÚBLICOS QUE DESEMPENHEM SUAS ATIVIDADES SOB CONDIÇÕES PREJUDICIAIS À SAÚDE OU INTEGRIDADE FÍSICA, ATÉ QUE SOBREVENHA A REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA, O DIREITO A UTILIZAR AS REGRAS DO REGIME GERAL (INSS) REFERENTE À APOSENTADORIA ESPECIAL QUE CONSTA NO ART.57 DA LEI 8.213/91.
   DE ACORDO COM O INSS A FUNÇÃO DE AGENTE PENITENCIÁRIO DÁ DIREITO À APOSENTADORIA ESPECIAL AOS 25 ANOS DE EXERCÍCIO NA ATIVIDADE, NÃO SENDO EXIGIDA IDADE MÍNIMA NESTE CASO.
   PORTANTO, QUEM JÁ TIVER COMPLETADO O TEMPO DE SERVIÇO NECESSÁRIO - 25 ANOS NA ATIVIDADE DE AGENTE PENITENCIÁRIO E QUISER SE APOSENTAR – DEVE PROTOCOLAR O PEDIDO ADMINISTRATIVO NO DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DA SEAP REQUERENDO A CONCESSÃO DO BENEFÍCIO - APOSENTADORIA ESPECIAL - NOS TERMOS DO JÁ MENCIONADO ART.57 DA LEI 8.213/91.
  NO CASO DE SER INDEFERIDO O PEDIDO, DEVE-SE AJUIZAR UMA RECLAMAÇÃO COMUNICANDO O DESCUMPRIMENTO DO CONTEÚDO DA SÚMULA VINCULANTE Nº33 DIRETAMENTE NO STF.
  POR FIM, VALE RESSALTAR QUE TAMBÉM PODE SE BENEFICIAR DA APOSENTADORIA ESPECIAL AQUELE QUE POSSUIR TEMPO MISTO, OU SEJA, NÃO POSSUIR O TEMPO INTEGRAL NA ATIVIDADE DE AGENTE PENITENCIÁRIO, MAS TIVER TAMBÉM AVERBADO TEMPO DE SERVIÇO COMUM, DESDE QUE TOTALIZE OS 35 ANOS DE SERVIÇO SE HOMEM, OU 30 ANOS SE MULHER.
  FUNCIONA DA SEGUINTE MANEIRA: CADA ANO COMO AGENTE PENITENCIÁRIO CORRESPONDE A 1 ANO E 4 MESES DE ATIVIDADE COMUM SE HOMEM, E 1 ANO E 2 MESES SE MULHER.
 ASSIM, PRIMEIRO DEVE-SE FAZER A CONVERSÃO DO TEMPO DE SERVIÇO NA ATIVIDADE ESPECIAL DE AGENTE PENITENCIÁRIO EM COMUM, MULTIPLICANDO OS ANOS  POR 1,4 (HOMEM) OU 1,2 (MULHER), E DEPOIS SOMANDO A ESTE O TEMPO COMUM. ALCANÇANDO-SE O TOTAL DE 30 ANOS OU MAIS SE MULHER, E 35 ANOS OU MAIS SE HOMEM, O SERVIDOR TAMBÉM PODERÁ REQUERER A APOSENTADORIA.
  MAS ATENÇÃO, NÃO É POSSÍVEL A CONVERSÃO DE TEMPO COMUM EM ESPECIAL, MAS TÃO SOMENTE DE ESPECIAL EM COMUM.
  A APOSENTADORIA NESTE CASO É COM PROVENTOS INTEGRAIS, SEM APLICAÇÃO DO FATOR DE REDUÇÃO DEVIDO À IDADE.
  PORÉM, SALIENTAMOS QUE O SALÁRIO DO BENEFÍCIO CORRESPONDE À MÉDIA DOS 80% MAIORES SALÁRIOS DE CONTRIBUIÇÃO DESDE A COMPETÊNCIA JULHO/1994 ATÉ A DATA DE ENTRADA DO REQUERIMENTO, SEM APLICAÇÃO DO FATOR PREVIDENCIÁRIO.
  ASSIM SENDO, QUEM SE INTERESSAR PELA APOSENTADORIA ESPECIAL PELAS REGRAS DO INSS, COMO JÁ DITO, BASTA FAZER UM REQUERIMENTO ADMINISTRATIVO INVOCANDO A SÚMULA VINCULANTE Nº33 DO STF, MAS, DESDE JÁ, DEVE ESTAR CIENTE QUE A PARIDADE (REMUNERAÇÃO EM IGUALDADE ENTRE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS) PODE NÃO SER CONSIDERADA PELO GOVERNO DO ESTADO.
PARA QUE ISTO NÃO OCORRA DEVE O SINSPEB-BA, NO INTUITO DE SALVAGUARDAR APOSENTADORIA ESPECIAL COM PARIDADE PARA A CATEGORIA ATÉ QUE SOBREVENHA A LEGISLAÇÃO ESTADUAL,  IMPETRAR COM UM PEDIDO DE  MANDADO DE INJUNÇÃO, AGORA COM BASE NA ATIVIDADE DE RISCO E REQUERENDO A APLICAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR FEDERAL Nº51/85, QUE DISPÕE SOBRE A APOSENTADORIA ESPECIAL PARA A ATIVIDADE POLICIAL.
  EM LINHAS GERAIS, A LEI COMPLEMENTAR nº51/85 PREVÊ A APOSENTADORIA ESPECIAL VOLUNTÁRIA, COM PROVENTOS INTEGRAIS, INDEPENDENTE DA IDADE, AOS 30 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO E 20 ANOS NA CARREIRA ESTRITAMENTE POLICIAL, SE HOMEM, E AOS 25 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO E 15 ANOS NA CARREIRA ESTRITAMENE POLICIAL, SE MULHER.
PORTANTO, CAROS COLEGAS, DEVEMOS PROVOCAR O SINSPEB-BA PARA QUE SEJA GARANTIDO O NOSSO DIREITO. TEMOS UMA TURMA DE AGENTES PENITENCIÁRIOS DO CONCURSO DE 1990 QUE COMPLETA 25 ANOS EM 2015, E NÃO SERÁ JUSTO TER PREJUÍZOS NA EFETIVAÇÃO DA SUA APOSENTADORIA COM PROVENTOS INTEGRAIS.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O efeito da vaidade na profissão de agente penitenciário

Não resta dúvida de que a vaidade é intrínseca a conduta do homem e,  influencia a sua vida de forma positiva ou negativa. Nas carreiras policiais, principalmente  a dos servidores penitenciários, ela é avassaladora, extremamente dominante. O sentimento vaidoso, que as vezes mistura-se a outras percepções como soberba e inveja, está presente no cotidiano das atividades dos trabalhadores prisionais, fomentando atitudes ridículas, intolerantes e conflitantes.
vaidade na carreira de agente penitenciário

A vaidade não é privilégio do menor poder econômico, nível hierárquico, credo, raça, ou de qualquer espécie de conceitos e preconceitos. Alguns tentam negar, outros preferem se colocar sob a égide da suposta razão principal, é tudo em nome da defesa da categoria. Muitos são os exemplos que demonstram o apego exacerbado da vaidade nas ações dos profissionais penitenciários. Houve um caso em que um ex-diretor da Superintendência de assuntos penais declarou em uma audiência com os agentes penitenciários do Presídio de Salvador nos idos de 1990: "Não é preciso remunerar os coordenadores de equipe, porque eles brigam para serem <chefes>". Qual seria o motivo que levaria um trabalhador exercer uma função de extrema responsabilidade sem a contrapartida remuneratória pelo cargo ocupado? A resposta talvez seja simples. Ele busca se sentir superior, o que vem depois, benefícios pessoais, suposta valorização funcional, são apenas consequência secundárias. A ação da vaidade torna-se ainda mais grave quando afeta servidores penitenciários que exercem cargos de gestão. Na função mandatária tentam se sobrepor aos demais colegas de classe em pequenos gestos ou até mesmo quando se sentem com a autoridade ameaçada. O fardamento que simboliza e personaliza uma categoria profissional deveria servir de orgulho a sua utilização. Para estes servidores gestores, usar o uniforme seria uma forma de demonstrar igualdade com os demais, e isto fere o seu ego. Foi estabelecida uma nova ordem, quem não rezar na cartilha sofrerá sanções. A prática mais comum é a apresentação do agente para outra unidade. Estas atitudes são maneiras de demonstrar superioridade, demarcar território, como se afirmassem: neste local, eu mando. Evidente sintoma da vaidade.
Emergiu no seio da categoria nos últimos anos uma nova sub-classe de servidores penitenciários: Os ex - gestores. Os agentes penitenciários que, por motivos diversos, foram exonerados dos cargos temporários. Falar em voltar a exercer a sua atividade fim, é o mesmo que os condená-lo a morte. Passam a trabalhar em desvio de função em qualquer atividade administrativa. O que importa para estes servidores penitenciários é a manutenção do status. Diagnóstico claro da vaidade.
Pode parecer paradoxal, mas, a vaidade deve ser entendida como importante na profissão de qualquer trabalhador, e isto o mantém motivado e producente. O tipo de vaidade que deve ser evitado e combatido é o que enfraque as relações produtivas do trabalho. A vaidade exagerada ou negativa. Precisamos internalizar o sentimento de nos respeitamos mutuamente, e nos conscientizarmos que fazemos parte de uma engrenagem em que todos tem a mesma importância.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Governo do Ceará convoca 232 agentes penitenciários

Publicada a lista com 232 aprovados no concurso de agente penitenciário do Ceará 2014.

lista dos aprovados concurso agente penitenciário do Ceará 2014

A SEJUS - Secretaria de Justiça e Cidadania do ceará publicou através diário oficial do Estado lista com 232 aprovados no concurso público de agente penitenciário 2014. Do total de convocados o masculino teve uma quantidade esmagadora, 201 homens, com relação ao número de agentes femininas, um total de 31 mulheres. Os aprovados terão cerca de 10 dias para apresentar a documentação necessária à Coordenação de gestão de pessoas do órgão gestor do sistema prisional cearense.

Segue abaixo a documentação obrigatória de apresentação pelos aprovados no concurso agente penitenciário CE 2014:


a) Cópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Médio;
b) Cópia autenticada do Histórico Escolar;
c) Cópia autenticada da Cédula de Identidade Civil;
d) Cópia autenticada do CPF;
e) Cópia autenticada do Título Eleitoral e comprovante da última eleição ou Certidão expedida pela Justiça Eleitoral;
f) Cópia autenticada do Documento Militar, se do sexo masculino;
g) Cópia autenticada da Certidão de Nascimento;
h) Folha Corrida;
i) Certidão de Antecedentes Criminais;
j) Certidão nada consta da Justiça Militar Estadual;
k) Certidão nada consta da Justiça Federal;
l) Certidão nada consta da Polícia Federal;
m) Certidão de Antecedentes Criminais da(s) Vara(s) da Comarca onde o candidato reside, caso o mesmo resida no interior ou em outros Estados da Federação;
n) Certidão de Acumulação de Cargo


Confira abaixo a lista dos aprovados no concurso agente penitenciário CE 2014:

JOSE EDMAR DA SILVA JUNIOR
JOSE RODRIGO DA SILVA
FABIO JOSE ZANI
FRANCISCO IBRAIM PAULO HERCULANO
ALOISIO ALVES DE SOUSA NETO
AGNALDO GONCALVES DA SILVA
CARLOS CESAR RODRIGUES DOS SANTOS CAMPOS
LINDOMAR DE SOUZA ROCHA
JOABES PEREIRA DE LIMA
JOSE WELLINGTON DA CUNHA DE SOUSA
MARCELO CARNEIRO BARBOSA
HELADIO SAMPAIO DE MAGALHAES
DAVID DE JESUS OLIVEIRA PINHEIRO
LINO FERREIRA DE OLIVEIRA JUNIOR
EVERTON FERREIRA VERAS
FRANCISCO DE SOUSA AGUIAR
ROMULO HOLANDA LIMA
ALYSON BEZERRA DE MENEZES
JOSE LUIZ DA SILVA
DARIO GOMES PINTO
FRANCISCO VALTEMIR ALVES
ADSON JOSE BRAZ
FRANCISCO JEFFERSON FERREIRA DA SILVA
JAIR LIMA NASCIMENTO
JOSEMAR VIEIRA DA SILVA
DEIVISON LOPES PEREIRA SILVA
ADRIANO VIEIRA DE MOURA
ALUIZIO LOURENCO DE BRITO JUNIOR
CLOVIS GONCALVES DE SOUZA JUNIOR
EMERSON VIEIRA MANGUEIRA
CLEUTON BARROS DA COSTA
SOLONEUDO PAZ DE OLIVEIRA
FRANCISCO HELDER ARAUJO SOARES
FRANCISCO MARLEN DE MELO PIMENTEL
PAULO HENRIQUE LIMA DE BRITO
FRANCISCO RENATO ALBUQUERQUE JUNIOR
WAGNER DE SOUZA SANTANA
REMULO TEOGENES DE SOUSA MOREIRA
GLEIDSON BENTO FERREIRA
VANDERLEY DE SOUSA CARDOSO
ANTONIO ALEXANDRE SOBRINHO
SILVANO DO NASCIMENTO SILVA
JOSE SERGIO MONTEIRO JACINTO
JOSUE MARTINS FERREIRA FILHO
POMPEU BESSA PIRES
ANTONIO MARCIO BEZERRA DA SILVA
LEONARDO AUGUSTO MIRANDA MAGALHAES
GILMAR DA SILVA PEREIRA
ANDRE VITOR VITAL PAIS
ROBERTO ADERSON RODRIGUES
MARCIO REGIO MAXIMIANO DA SILVA
FRANCISCO AGENOR FERREIRA LIMA
WENDELL BARBOSA DA COSTA
WILSON JOSE DA SILVA QUADROS
HEBERSON PEREIRA VIEIRA
BENEDITO ALVES MAIA JUNIOR
JOSE ALAN DE OLIVEIRA LIMA
GENILVO SAMPAIO DOS SANTOS
HIGOR MENDES BEZERRA
VICENTE RAMOS DE OLIVEIRA NETO
JURANDIR COSMO DA SILVA
FERNANDO ANTONIO CARVALHO PEREIRA
ELTON MOREIRA ALBANO
DANIEL BEZERRA LIMA DE ALENCAR
JOEL ANGELINO DA SILVA BRAGA
JOSIAS GOIS DA SILVA
DIEGO DE JESUS MORAIA
CARLOS EDUARDO GURGEL FREITAS
JORGE LUIS BRITO TAVARES
FRANCISCO DAS CHAGAS DA SILVA RIBEIRO
AURELIANO RAMOS MOURA
RICARDO LEANDRO DA SILVA LOPES
FRANCISCO EDIVALDO BATISTA DE FREITAS
TIAGO CUNHA DE SOUSA
MARCO AURELIO MARQUES MOURA
ANTONIO CLAUDIO SANTOS DA SILVA
LUIS DAVID PARENTE HOLANDA
FELIPE WESLEY BATISTA NEGRAO
FRANCISCO ADALBERTO FREITAS DA SILVA JUNIOR
ANTONIO ALEX SANDRO CAMPOS DE OLIVEIRA
CEZAR AUGUSTO DA SILVA
FRANCISCO ERILSON ALMEIDA BARROSO
RONALD WELLINGTON SOUZA SILVEIRA
AECIO LUIZ FILHO
GLAUBER NORBERTO DE FREITAS GOMES
ROBERTO SILVIO SOUSA DE FREITAS
KLEYTON EMANUEL DE SOUSA ARANHA
MARCIO ANDRE ALBUQUERQUE SANTOS
CHARLES RAMOS DE MORAES
DANIEL DE FREITAS BEZERRA E SILVA
JUSCELINO BEZERRA DA SILVA
ERIC SERRA PIETSCH
ANTONIO MARCOS SALES DE ARAUJO
ANTONIO CARLOS ALVES DA ROCHA
LUIZ CARLOS HOLANDA BARRETO
RAFAEL PAZ DE OLIVEIRA
CARLOS ALMEIDA DA SILVA
JUCIELIO DA SILVA AMARAL
HAGAMENON MARTIMIANO DE FARIAS TELLES ALVES
ANDRE FERREIRA DO NASCIMENTO
ROMULO HUGO COSTA ROSA
CICERO COSTA NOBRE
FRANCISCO ANTONIO LIMA SPINOSA
HELMHUT GRABER MEIRELES BERNARDO
JOSE ERLON DE SOUSA BRAGA
FRANCISCO MARCIO DA COSTA FREITAS
EUSEBIO JOSE DE SOUSA FILHO
JOELMO CAVALCANTE LIMA
VANTUI BARBOSA DE OLIVEIRA
FRANCISCO ALAN MAX DE ALENCAR
TIAGO DE PAULA ARAUJO
WELLINTON GOMES DA SILVA
PAULO SERGIO BARREIRA BARBOSA
FRANCISCO FABIO DA SILVA DORIA
ISAAC SANTOS BRILHANTE
CARLOS ROBERTO DE SOUSA FLOR MENDES
ROBERTO WAGNER DO AMARAL MARQUES
MARCELO FELIX MOURA
PLINIO MARCOS SANCHES ANDRADE
CRISTIANO MARTINS DE ANDRADE
SERGIO PINHEIRO MOREIRA
RODRIGO DA SILVA MOTTA
JORGE LUIZ PEREGRINO MEIRA
VITOR HUGO COSTA DE VASCONCELOS
LUIS CARLOS BARBOSA BANDEIRA
JOSE ALEXANDRE SOARES DE OLIVEIRA
ALEXSANDRO BEZERRA SILVEIRA
CARLOS ATILA MARINHO PINHEIRO
JOSE MARIA PINTO NETO
RAFAEL LOPES SERRA AZUL
MOISES VALMILDO AGUIAR
NALECIO PAULA DA SILVA
FABIO DE CASTRO LIMA
JAILSON MUNIZ MACEDO
HAROLDO MOREIRA LIMA JUNIOR
MANOEL MESSIAS DO NASCIMENTO JUNIOR
ANTONIO SALVADOR NUNES FILHO
JOSE RODRIGUES NETO
PAULO SERGIO DE LIMA SARAIVA
RODRIGO CUNHA GIAXA
MICHEL CARMO FELIX
EMANOEL MESSIAS SANTOS
WILLAME BATISTA DO NASCIMENTO
JOAO ELVIS DE OLIVEIRA TAVARES
CARLOS HUMBERTO DE ALENCAR
FRANCISCO JERLANIO GOMES SINDEAUX
PAULO RODRIGUES DA SILVA
ANTONIO CARLOS SABINO TEIXEIRA
PAULO DE TARSO RAZONI MENDES BARROSO
DANIEL BEZERRA DE ALENCAR
FABRICIO SANTOS PEREIRA
GILBERTO DA SILVA ARAUJO JUNIOR
JOAO BATISTA FERREIRA
MARDONIO DA SILVA PINHEIRO
ANDERSON FERREIRA DE ARAUJO
ADALBERTO BATISTA LIMA
REGINALDO SANTOS SILVA
WILLAME LIMA DE OLIVEIRA
JOSE FLAVIANO BEZERRA ALVES
GLAUBER MONTEIRO PEIXOTO
IANDERSON DE LIMA SOUSA
LEVIK ANTONIO MONTALVAO DE ALBUQUERQUE
ADRIANO CABRAL DA SILVA
FRANCISCO DAS CHAGAS NASCIMENTO
GERALDO LINO DA SILVA JUNIOR
RAFAEL NUNES DE MENESES
LEOMAR SOARES DE ALMEIDA
ADRIANO COSTA DE LIMA
AUGUSTO HENRIQUE DE ERVEDOZA ARRAIS
PAULO FERREIRA DA SILVA
JANILSON DE OLIVEIRA MENDONCA
RAPHAEL JACQUES SALDANHA E VASCONCELOS
JANSEN PEREIRA BRITO
JEFFERSON BESERRA DA SILVA BARBOSA
CELIO ROBERTO DA SILVA ALMEIDA
FRANCISCO TIAGO MORAIS DE OLIVEIRA
FRANCISCO LUIZ CASTELO BRANCO FILHO
JOACILIO OLIVEIRA LIMA FILHO
GUILHERME BARRETO DA FONTOURA NETO
DIEGO MADSON DA CRUZ SILVA

REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA - FEMININO - 23 VAGAS
KARLA CHAVES VIEIRA
MARYANE MONTEIRO PEREIRA
ANA FLAVIA ANDRADE PONTES
KIVIA KELLY BEZERRA DO NASCIMENTO
NEURIMAR LIMA ALVES
ECIRLEIDE CRISTINA OLIVEIRA MAIA
ELYENE SOUSA VASCONCELOS
ELLA CANDIDO
AQUILA SOUSA LIMA DE OLIVEIRA
FABIOLA FERNANDES DA SILVA CARNEIRO
DERIJANE TEIXEIRA SOUSA
DALILA DA CONCEICAO LIMA DE OLIVEIRA
ANTONIA CLAUDIA ALVES PEREIRA NOGUEIRA
ANTONIA TELMA SILVA NEVES
PATRICIA KELLEN DIOGENES RODRIGUES
VALQUIRIA HABERMANN DE OLIVEIRA
ANA MARIA ALMEIDA ARAUJO CAMPELO
ADRIANA GALDINO ELOI
LILIAN ANDRESSA PONTES RIBEIRO
HEIDI ANDRADE DE ARAUJO
FLORA DA COSTA ALVARENGA
MICHELLE DE FIGUEIREDO BARROSO
MARIA TEREZA MENDES DE CASTRO
LITORAL OESTE – MASCULINO - 02 VAGAS
FRANCISCO WAGNER DOS SANTOS SOUSA
MARCIO MAGALHAES DO NASCIMENTO

LITORAL OESTE – FEMININO - 01 VAGA
FRANCISCA MARIA NASCIMENTO DE SOUSA
LITORAL LESTE – MASCULINO - 02 VAGAS
HUGO LEONARDO HENRIQUE DE LUCENA
ALEXANDRE ABUQUERQUE DO NASCIMENTO


LITORAL LESTE – FEMININO - 01 VAGA
KAROLINE VIEIRA PAIVA

SOBRAL/IBIAPABA – MASCULINO - 01 VAGA
GERALDO XAVIER SANTANA NETO
SOBRAL/IBIAPABA – FEMININO - 01 VAGA
KLEBIANA DO NASCIMENTO LIMA

SERTÃO CENTRAL – MASCULINO - 04 VAGAS
JACSON WILSON NEVES DE SOUZA
GERDSON LIMA DE SOUZA
FRANCISCO ROBSON DOS SANTOS MAGALHAES
ANTONIO CARLOS CRUZ DE LIMA
SERTÃO CENTRAL – FEMININO - 01 VAGa
MARIA ANA CLAUDIA OLIVEIRA MONTE

SERTÃO DOS INHAMUNS - MASCULINO - 03 VAGAS
PAULO HENRIQUE ALVES DO NASCIMENTO
WILSON CICERO DA SILVA
ANTONIO FABIANA BARBOSA VALE
SERTÃO DOS INHAMUNS - FEMININO - 01 VAGA
ANTONIA MISLANDIA DA COSTA RODRIGUES SOARES

CANDIDATOS NÃO CONVOCADOS QUE SE ENCONTRAM NA CONDIÇÃO “SUB JUDICE” COM RESERVA DE VAGAS,
REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA – MASCULINO – 9 VAGAS SUB JUDICE
MARCOS PESSOA DE LAVOR
JOHN JOHNATHAN ARRUDA RODRIGUES
JEFFERSON FLORENCIO ROZENDO
SANDRO NUNES DE OLIVEIRA
CARLOS JOSE DO NASCIMENTO
GILBERTO LOPES DE FREITAS
ADRIANO SOUSA DE CARVALHO E SILVA
PAULO ROBERTO GABRIEL BARBOSA
FRANCILDO LOPES PINHEIRO

REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA – FEMININO – 3 VAGAS SUB JUDICE
LIVIA MORAIS ROSA CORREIA
CARLA DE FREITAS MEDEIROS
EDILMA OLIVEIRA DOS SANTOS
 



quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Concursos públicos abertos na Bahia em 2014: Agente penitenciário BA

Saiu o edital para o concurso de agente penitenciário da Bahia e 2014 com reserva de vagas para negros e pardos.

concurso agente penitenciário da bahia

O concurso público da Bahia oferece 30% de vagas para candidatos que se declararem negros ou pardos. Esta iniciativa constitui-se no primeiro concurso realizado na Bahia com esta modalidade de reserva de vagas. São oferecidas 490 vagas, sendo que 147 serão disponibilizadas para candidatos negros ou pardos,
Para ingressar na carreira, uma das mais procuradas dos cargos públicos, o candidato deve possuir ensino médio completo ou formação técnica profissionalizante equivalente.
As inscrições para o concurso de agente penitenciário da Bahia iniciam-se no dia 18 de agosto 2014 até o data de 28 de agosto de 2014 mo site da IBFC. Veja o edital .
A Taxa a ser pago é de 60 reais  e as provas erão realizadas no dia 21 de setembro de 2014. As vagas são para Salvador, região metropolitana, Feira de Santana, Paulo Afonso, Ilhéus, Jequié, Vitória da conquista e Teixeira de Freitas.
Curso de formação com direito a bolsa de estudo no valor de  um salário mínimo. Salário inicial 1.776,69.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Ex- presidiária é impedida de visitar e arrebenta porta do presídio

Uma ex-presidiária acabou voltando ao Presídio Feminino no Engenho do Meio, no Recife, depois de uma confusão na porta da unidade prisional. Libertada há 10 dias, Yully Melo da Silva, de 21 anos, tentou visitar a companheira no domingo passado.
Como não tinha a carteira de acesso, ela teve a entrada não permitida pelos policiais. Yully alega ter sido agredida pelos agentes e reagido para se defender. Revoltada, ela quebrou a porta do presídio, danificou uma viatura policial e agrediu um policial. A ex-detenta foi levada à delegacia e de lá, de volta ao presídio.

sábado, 9 de agosto de 2014

Apostila Concurso agente penitenciário da Bahia

baixar concurso agente penitenciário bahia 2014


Estima-se que no dia 15 de agosto seja anunciado o edital de abertura do Concurso de agente penitenciário da Bahia 2014 para o quadro de servidores efetivos da Secretaria de Administração penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia.

A expectativa é de que cerca de 15 a 20 mil pessoas concorram a 490 vagas existentes para o concurso que visa preencher vagas para o cargo de agente penitenciário da Bahia 2014. Número considerado pela categoria como irrisório, já que há um déficit de mais ou menos 1.000 a 1.500 servidores.
O site Danielmaremoda.com disponibiliza gratuitamente download de grande acervo de provas e concursos anteriores para a carreira de agente penitenciário